img-feed img-feed-email

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Subjetividades...

Ela olhou para o aparelho em suas mãos. Aquilo parecia tão fácil de ser feito. Bastava um telefonema, apenas um telefonema e sua vida voltaria ao normal. Mas não era tão simples quanto parecia. Aquele telefonema envolvia emoções nunca antes decifradas... envolvia palavras indizíveis... envolvia sentimentalidades! Às vezes ela achava tão fácil resolver os problemas dos outros. Bastava despejar suas interpretações comportamentais repletas de ditos populares, conselhos morais e, pronto, o problema dos outros parecia resolvido. Todavia o seu próprio problema lhe parecia um fardo. E não era exatamente um problema, era apenas um telefonema... um medíocre telefonema.
Ela tinha consciência de suas tendências à procrastinação. Ela sabia que constantemente deixava tudo para depois e, com isso, seus dias se tornavam um caos de coisas possíveis porém indesejavéis. Para ela o abstrato da vida alheia lhe parecia tão concreto que ela praticamente os desenharia a próprio punho... entretanto, o concreto de sua vida lhe parecia tão abstrato que sequer ousaria tentar descreve-lo.
O número do telefone estava em suas mãos. Já havia decorado o discurso na frente do espelho. Também ensaiou a voz em tom grave, agudo, suave, incisivo. Pensou em todas as possibilidades de perguntas e respostas. Tinha até um texto escrito em uma folha de papel. Parecia fácil... muito fácil. Mas ela sabia que não era assim como parecia. Precisava de um tempo para tornar aquilo tudo um pouco mais concreto, ou, no mínimo, menos abstrato.
Ela sabia que ainda era possível esperar um pouco mais e tolerar por mais alguns dias aquele tormento. Preferia a dúvida à certeza. Prefira o talvez do que um não absoluto. Preferia o esquisito do que tudo o que era óbvio demais. No fundo, ela preferia suas interpretações subjetivas do que todas as objetividades aprensentáveis.
Por fim, ela sabia que um dia tudo isso passaria... de algum jeito todas as coisas voltariam ao seu lugar e que todas aquelas angustias eram simplesmente provisórias... como todas as outras coisas em sua vida!

----------------------------------------------
O Idiotizando recebeu hoje dois novos selinhos da Juliana, autora dos blogs Palavras... em vão e Sentimentalidades:



As regras destes selos são:

- Dizer 5 coisas que você gosta de fazer: 1) Dormir; 2) Comer; 3) Ficar com meu esposo; 4) Ler 5) Escrever (não necessariamente nesta ordem!)


- Indicar 10 blogger's para receber os selos: 1) Momento Lala; 2) Pequenas Coisas; 3) Deficiente Ciente; 4) Heim?!; 5) Apenas um ponto; 6) Morando junto; 7) Sobre tudo um pouco; 8) Efeito retardado; 9) Reflexo encantado e 10) Mentiras sinceras.

8 comentários:

Sara Roosevelt disse...

aiin, fiqei feliz ao receber seu comentário, sempre estou lendo suas coisas e gosto muito ! .. *-*
O blog acaba sendo nossa evasão né?
e adoro ficar lendo as coisas que os outros escrevem , saber o que os outros pensam... Cada um com uma personalidade e tals! *-* sou muito assim!

E qe bom qe lá(meu blog) é um "lugar" que "da uma agradável sensação de reflexão" : )
beijo qeriida! .
volte sim ! : )
-
Quanto a esse post "subjetividades", me indentifiquei com "ela" , essa mania de deixar tudo pra depois, ter facilidade com o problema dos outrtos ... "Bastava despejar suas interpretações comportamentais repletas de ditos populares, conselhos morais e, pronto, o problema dos outros parecia resolvido."
*--*

Deijivan disse...

Minha querida, peço licensa para usar o seu concorrido espaço pra deixar um recado pra quem ainda não leu o último artigo que publiquei no meu blog:

http://blogdodeijivan.blogspot.com/2010/05/eu-nao-gosto-de-censura-parte-2.html

Bem, pra quem leu ou pra quem não leu, vou deixar um lembrete sobre um outro grave problema relacionado à Censura que estamos prestes a vivenciar e que atingirá diretamente nós, usuários da internet. Temos até o próximo domingo para participar do debate aberto sobre a novo Marco Regulatório Civil da Internet Brasileira, expondo comentários, insatisfações e até propor emendas ou alteração do texto base.

Trata-se de um extenso projeto que vai virar lei e que possui inúmeras falhas e abusos contra a liberdade de expressão, atribuindo até mesmo a terrível censura prévia em blogs, sites e redes de relacionamento!

Este é o segundo e último debate público antes do projeto ser encaminhado ao Congresso no final de junho!

Basta entrar no site e se cadastrar para participar do debate e do envio de sugestões:

http://culturadigital.br/marcocivil/debate/

Bjs, linda!

Deijivan Hanavan
http://blogdodeijivan.blogspot.com
http://www.google.com/profiles/deijivan

Deijivan disse...

Ooops! errei! peço licença...

Delírios Mudos disse...

U-A-U!
Que post... Mas é fato, às vezes é dúvida é mais cômoda do que a certeza, às vezes... E de nada adianta ensaiar discursos, quase nuna dá certo...
Parabéns pelo blog e pelo texto...
Bjos, Rô

Pequeno Falcão light disse...

Oi querida!

Siga em frente com esses textos que sempre me fazem refletir...

Tudo bem com voce?

Recadinho:
Tem selinho pra voce no blog...

Beiju*

Erica Vittorazzi disse...

E quantas pessoas não são assim? Cheias de teorias para a vida dos outros enquanto a própria vai passando despercebida. Mas, um dia, estas pessoas acordam com um vazio dentro e percebem que enfim, chegou a hora de viver.


Beijos

Mulher na Polícia disse...

Oi minha querida!!

Quero primeiramente agradecer pelo selinho do outro post, obrigada por ter se lembrado de mim!

Menina, você definitivamente é a campeã de selos da blogosfera! Você é uma blogueira competente mesmo, dedicada e caprichosa.

Agora, até por identificação com a personagem do texto (rs), quero dizer que às vezes é fácil mesmo a gente achar solução para o problema dos outros, mas isso se dá pela simples razão de não estarmos emocionalmente envolvidos. Quando o calo aperta aí, amiga, não há teoria, não há conselho que baste... é a gente que tem que se convencer de qual é o melhor caminho.

Muito bom esse texto, bastante reflexivo.

Beijinhos, lindona!

Rafaela Andrade disse...

Hum... adorei!!! o selinho que até esqueci o que ia dizer do texto... hahahaha, tive que ler novamente... hehehe
A mente humana é tão complicada que dificulta o simples( como no ditado: pra que simplificar se podemos complicar?)

Adoro seu blog. Meu blog esportivo está no TOPBlog. Beijos!

htpp://apenasumponto.blogspot.com
http://apenasumpontoesportivo.blogspot.com

Como você está em relação às eleições?

Visitantes do Idiotizando


Contador Grátis Desde 18/01/2010

Top comentaristas!

widget UsuárioCompulsivo Quanto mais você comentar aqui no Idiotizando mais chances você terá de ter o seu blog divulgado nessa lista! Comente já!

SEGUIDORES

Minha lista de blogs

IDIOTICAMENTE FALANDO:

Frase da semana: "Simplesmente sei que tudo o que sinto é muito mais meu do que todo o saber que me cerca!"> (Tahiana Andrade)
 
▲ TOPO ▲