img-feed img-feed-email

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Os guardanapos da minha vida

Ando pensando... a nossa vida funciona do mesmo modo que tratamos os guardanapos.
Como?
As regras de etiqueta são claras: guardanapos de tecido são mais finos e chiques do que guardanapos de papel!
Os guardanapos de tecido, na maioria das vezes, podem gerar muita confusão: onde colocar? Como usar? Quando remover? Aí as regras dizem que eles devem ser colocados no colo na hora em que for servida a bebida... ou que devem ser colocado no lado esquerdo da mesa, ou ao lado do garfo... não se deve deixá-lo cair... etc e tal...
Mas, porque estou falando de guardanapo e regras de etiqueta?
Na verdade, tal pensamento me veio à mente alguns dias atrás em um jantar qualquer em que se usava guardanapos de tecido. Você já pensou na falta de praticidade desses guardanapos? É preciso lavá-lo com cuidado para que não fiquem manchas de batons ou de comidas que indiquem que aquele guardanapo foi usado por outra pessoa. Isso envolve uma questão de higiene! Toda vez que vou usar um guardanapo de tecido fico imaginando a boca que possivelmente tenha passado por ali (hug!).
Então, fico pensando, se os guardanapos de tecido são menos práticos, menos higienicos e menos fáceis de manusear do que os guardanapos de papel, por que as regras de etiqueta definem que eles são mais adequados?
Engana-se quem pensa que pretendo questionar as regras de etiqueta. O fato é que, muitas vezes fazemos da nossa vida verdadeiras regrinhas como essas. Temos a possibilidade de fazer as coisas de forma mais prática, mais acessível e mais agradável (como os guardanapos de papel), no entanto, preferimos dificultá-las e torná-las menos viáveis (como os guardanapos de tecido).
No dia-a-dia, muitas vezes, nos forçamos para fazermos as coisas de maneira a sermos percebidos pelos outros como mais interessantes e, por causa disso, enchemos a nossa vida de guardanapos de tecido, os quais teremos que lavar, passar, guardar com cuidado e ainda aprender a usar e colocar no lugar certo!
Precisamos identificar os guardanapos de tecido que colecionamos em nosso cotidiano e devemos tentar substituí-los por guardanapos de papel... mais práticos, mais fáceis, mais higiênicos e descartáveis!
Pensemos assim em relação aos sentimentos que acumulamos dentro de nós... nossas mágoas e iras... nossos medos e indecisões. Pensemos assim em relação aos nossos relacionamentos, nossas dívidas, nossos fracassos.
Não estou dizendo que devemos fazer de nossa vida um apunhado de fatos descartáveis mas, que podemos simplificar muitas coisas se pensarmos sempre nas consequências que poderemos ter... basta que identifiquemos nossos guardanapos de tecido.

6 comentários:

Juliana. disse...

Simplificar as vezes é escolher o que nos faz bem e sempre as melhores coisas e sentimentos vem dos pequenos detalhes!
Um beijo da Ju

Josy Nunes disse...

Oi,
Tahiana,
começei a ler este post por curiosidade, e ao final descobri que realmente precisamos estabelecer prioridades em nossas vidas, descartando o que nos aborrece e estressa. E assim, vamos ter espaço de sobra para guardar os nossos guardanapos de tecido. Beijão no seu coração e fica com Deus

Josy Nunes disse...

Oi,
Tahiana,
começei a ler este post por curiosidade, e ao final descobri que realmente precisamos estabelecer prioridades em nossas vidas, descartando o que nos aborrece e estressa. E assim, vamos ter espaço de sobra para guardar os nossos guardanapos de tecido. Beijão no seu coração e fica com Deus

Ninaaa . disse...

Muito inteligente sua comparação. Nunca tinha pensado por esse lado. Ótimo texto, flor. Beijos.

Bia Franco disse...

Olá Amigo(a)

Já foi publicado no DRAMA NA WEB o capítulo VII do livro “É Preciso Ver os Anjos”

Não deixem de ler!

O brigada e um grande abraço a todos!
Bia Franco.

Georgia Bezerra disse...

Obrigada, Senhor pelos guardanapos de papel! Pena que nem todos pensam assim, de modo que as nossas são soterradas guardanapos de tecido, constantemente lavados, passados, guardados, corretamente usados, num tempo que seria muito melhor utilizado... tudo figurativamente... Texto fantástico! Beijos, amore!

Como você está em relação às eleições?

Visitantes do Idiotizando


Contador Grátis Desde 18/01/2010

Top comentaristas!

widget UsuárioCompulsivo Quanto mais você comentar aqui no Idiotizando mais chances você terá de ter o seu blog divulgado nessa lista! Comente já!

SEGUIDORES

Minha lista de blogs

IDIOTICAMENTE FALANDO:

Frase da semana: "Simplesmente sei que tudo o que sinto é muito mais meu do que todo o saber que me cerca!"> (Tahiana Andrade)
 
▲ TOPO ▲